Um cara pegou um ônibus noturno que ia para Curitiba, mas ele tinha que descer no meio do caminho, em Ponta Grossa.
Como o ônibus estava quase vazio e ele estava ferrado de sono acabou não aguentando e cochilou. No meio da madrugada ele acordou assustado com medo de ter passado da sua parada. Colocou a cara na janela e tentou olhar para fora afim de se localizar, mas o ônibus estava envolto por uma neblina densa e o local era irreconhecível. Num impulso ele virou para um bebâdo que estava acordado, sentado na outra fileira, e perguntou:
- Você sabe aonde estamos?
- Claro que sei! Estamos em um ônibus!
Um ônibus de turismo quebrou na zona rural e um passageiro, vendo uma choupana, resolveu ir lá bater um papo com o fazendeiro que estava construindo uma nova dependência na casa.
- Que é isso? Perguntou ele.
- Bem, se eu puder alugá-lo, é um bancalô rústico de veraneio. Se não conseguir, então é uma barraquinha de vender legumes à beira da estrada.
O advogado de uma das partes num acidente de trânsito telefonou a um homem que, no relatório da polícia, figurava como testemunha ocular:
- Diga-me, por favor: na sua opinião, quem foi o culpado?
- Pra mim, doutor não foi nenhum, respondeu.
- Como nenhum? Perguntou o advogado espantado.
- Pelo que eu ví os dois bateram um no outro ao mesmo tempo.
Mecânico para cliente: Seu problema é pior do que eu pensava. Suas baterias estão precisando de um ônibus novo.
Em jaipur, na Índia, um homem quebrou seu próprio recorde de 1620 caracteres num só grão de arroz.
Quando acabou, voltou para seu antigo emprego de impressão de contratos de venda de veículos.
Um motorista de ônibus de turismo foi pego por um desses radares ocultos. Estava meio atrasado e se excedeu um pouco, quando a camera automática o apanhou em excesso de velocidade.
Pouco tempo depois, recebeu uma notificação pelo correio, além de uma foto do carro com a respectiva data e velocidade a que ia.
Devidamente impressionado, ele devolveu a notificação, juntamente com uma foto de uma nota de cem pratas para pagar a multa.
A mala do turista estava repleta de adesivos de cidades de todo o mundo. Ao cobrar a passagem, o motorista do ônibus do aeroporto observou-a perguntou curioso:
- Você já esteve em todos esses lugares?
- Não, mas a minha mala já!
O senhor não se importa de chegar esse cachorro mais pra longe? Disse uma senhora para o passageiro do ônibus que viajava à sua frente no ônibus. Já estou sentindo uma pulga no sapato!
- Vem pra perto de mim, Tobe. A moça ai tem pulgas.
Acomodando-se no ônibus de turismo, um homem pediu ao passageiro do seu lado:
- Quer botar o pé no corredor?
- Está bom assim?
- Está ótimo, obrigado.
A seguir pediu:
- Pode ir me buscar um copinho de água mineral?
- O senhor machucou o pé? - perguntou o outro?
- Não, é que eu estou de férias.
Mentirinhas piedosas:
- Está como novo!
- É de empresa grande, tem boa procedência.
- Tem apenas 80 mil km originais.
- Nunca fez paraguai e nem clandestino.
- Único dono!
- O motor é novo!
- Está meio caidinho, mas ele só precisa e um dono!
Os ônibus estão realmente ameaçados de extinção. Os operadores de transporte público regular querem colocar mais passageiros por metro quadrado, os bancos querem financiar carros em até 80 vezes e o prefeito de São Paulo quer eliminar os fretados.

Dicionário

  • "Bexiga" - câmaras de ar da suspensão a ar, também chamados de "bolsões"
  • "Busscar sapão" - apelido dos Elbuss da Busscar devido ao design da sua frente.
  • "Cabritinha" - Apelido do Monobloco O-362 da Mercedes-Benz
  • "Carneirinho" - apelido dado pelos "muambeiros" aos ônibus que faziam viagens bate e volta para o Paraguai. Em geral eram CMAs ou Dinossauros brancos.
  • "Chifrudos" - Denominação para os ônibus equipados com retrovisores modernos, em formato de chifres.
  • "Double Decker" - ônibus de dois andares.
  • "Latão" - ônibus.
  • "Low Driver" - Ônibus que tem o posto do motorista rebaixado a fim de posicionar as primeiras poltronas do veiculo em um assoalho construído logo acima da cabine do motorista, criando uma visão panorâmica para esses passageiros.
  • "Maçarico" - denominação comum para ônibus com motor aspirado, sem turbina.
  • "Maçarico" - Motor aspirado, não turbinado
  • "Melância" - Referência aos ônibus MB O-370 e O-371 monoblocos. O apelido surgiu devido ao formato de sua carroceria.
  • "Mulão" - Apelido do Monobloco O-355 da Mercedes-Benz
  • "Pinga-pinga" - ônibus que faz diversas paradas, inclusive fora de rodoviárias e não programadas, ao longo do seu itinerário.
  • "Queixo duro" - ônibus sem direção hidráulica.
  • "Vista" - itinerário.
  • Ar condicionado de bagageiro -
  • Ar condicionado de teto -
  • Bagageiros - local destinado a guardar malas e volumes médios e grandes pertencentes aos viajantes em ônibus rodoviários.
  • Bancada - Conjunto de poltronas, bancos de um ônibus.
  • Banco da puta -> banco da guia.
  • Banco do tonto -> poltrona que fica na última fileira, no meio do corredor. Sem banco à sua frente para se segurar, o tonto corre o risco de voar em caso de freada brusca.
  • Barriga de vidro -> ônibus de dois andares (double decker).
  • Bonecos -> passageiros.
  • Cabeceira - Espécie de fronha geralmente feita de lycra. Essa é utilizada para evitar o contato entre as cabeças dos passageiros e o tecido das poltronas o que assegura a higiene já que as cabeceiras podem ser facilmente retiradas para lavagem. Além disto a empresa pode ter jogos estras de cabeceiras para substituição enquanto as outras são lavadas.
  • Cabeça de fogo - ônibus com motor dianteiro.
  • Cabrito - Veiculo adulterado ou clonado.
  • Cabrito - ônibus remarcado ou reconstruido utilizando peças de dois ou mais veiculos.
  • Calefação - aquecedor
  • Chassis -> É uma estrutura de suporte onde a mecânica e a carroceria são montadas. Esse tipo de construção se contrapõe ao monocoque e ainda hoje é muito comum principalmente em ônibus com motor dianteiro.
  • Clandestino - segundo Michaelis: "clan.des.ti.no adj (lat clandestinu) 1 Dir Que não apresenta as condições de publicidade prescritas na lei. 2 Feito às escondidas. sm Passageiro que viaja escondido".
  • Clone - Veiculo adulterado com as caracteristicas e documentos de um outro veiculo devidamente legalizado.
  • Eixos em tandem -
  • Encarroçado - Veículo montado em duas fases por duas empresas diferentes. Primeiramente é construido um chassis ou plataforma, de acordo com as especificações do cliente, e depois este enviado para o outro fabricante independente do primeiro para que seja construída a carroceria.
  • Escotilhas de ventilação -
  • Itinerário - Visor mecânico ou eletronico aonde são apresentadas informações sobre a origem e o destino do ônibus. Em alguns lugares este equipamento também é conhecido como "vista".
  • Joaninhas - Referência aos ônibus com retrovisores modernos com carcaça de plástico.
  • Maneco -> Manete do freio de mão.
  • Monobloco (quando usado como termo técnico é sinônimo de monocoque) - No contexto de ônibus, a expressão monobloco caracteriza veículos que tiveram tanto a carroceria quanto o chassis produzidos pelo mesmo fabricante, ou seja, montados em uma unica fase.
  • Monocoque - É uma técnica de construção onde a própria estrutura da carroceria suporta toda, ou a maior parte do peso, ao contrário da construção utilizando chassis. O precursor dessa técnica no Brasil foi o Ciferal Dinossauro.
  • Mão amiga - A "mão amiga" é a designação popular para a conexão do circuito de ar dos freios e suspensão a reboque ou semi-reboque (pode ser encontrado nos veiculos combinados como Romeu & Julieta). Certa atenção extra deve ser dada a esse equipamento devido a marginais desconectarem essas mangueiras em paradas (como postos de combustíveis e restaurantes) a fim do veículo rodar apenas mais alguns quilômetros antes de ficar imobilizado em um local ermo, assim que acabar o ar do sistema, facilitando a sua abordagem pelos criminosos.
  • Nielson sete quedas -> Modelo de carroceria de ônibus fabricado pela Nielson na década de 70 e início da de 80 que tinha como caracteristica ter 4 "quedas" (desniveis) na parte da frente do teto e mais 3 na parte de trás.
  • Peso bruto total -
  • Peso por eixo -
  • Porta pacotes - prateleira instalada sobre as poltronas do salão de passageiros a fim de guardar as bagagens de mão dos passageiros.
  • Portas/tampas de bagageiro pantográficas -
  • Reencarroçado - Veículo que rodou por grande parte de sua vida útil com uma carroceria e em determinado momento teve esta trocada por outra mais nova. Entre os principais motivos para esta troca estão o desgaste da carroceria antiga, defasagem tecnológica e destruição da carroceria original em um acidente de trânsito.
  • Romeu & Julieta - Veículo para transporte de passageiros que combina um ônibus convencional adicionado de um reboque também encarroçado como ônibus. Esta é uma solução antiga que tentava ajustar o tamanho do ônibus à demandas variáveis em certas linhas.
  • Salão de passageiros -
  • Toco -> ônibus dotado de apenas dois eixos.
  • Trucado -> ônibus dotado de três ou mais eixos.
  • Vidros Colados -
  • Vidros fixos -
  • Ônibus (em Portugal auto-carro) - Do latin omnibus (tradução: "para todos") é um veículo cuja principal função é o transporte de grande quantidade de passageiros por via terrestre com rodagem sobre pneus.